domingo, maio 21, 2006

Suitcase of memories

"...POR VOCÊ... EU ACEITARIA A VIDA COMO ELA É..."
Frejat em Por Você





Ela vinha descendo a ladeira com toda aquela vontade de ser a estrela, de brilhar (num céu específico, fica bem dizer). Seus quadris descreviam arcos suaves, pra lá e pra cá, ao som da canção que cantarolava por dentro, na voz dele. Ela andava ao sol como quem renova forças, sorria pra luz, sorria pra sua própria canção, ria de seus anseios juvenis. Se divertia com a vida que havia escolhido pra si, com os desejos que quis sentir e olhava de soslaio para a janela, enquanto passava por ele, exalando aquela vontade pelos poros, e pelo olhar.
Ele ficava parado, sonhando acordado, mentalizando a canção que iria trazê-la, hipnotizada, até ali. Observava as poucas nuvens no céu claro e bendizia o tempo bom, prestava atenção à menor mudança no aroma do dia, pra saber quando era ela que se aproximava, com aquele balançar maravilhoso e com cheiro de flor recém colhida. Devaneava sobre poder, ele mesmo, colher o néctar daquele jardim. E ela vinha, sorrindo, gozava a vida como poucas, transpirava felicidade, lhe jogava um doce e tímido olhar, e fazia um dia bom ficar perfeito.
*a perfect day*

6 comentários:

André Luiz Viannay disse...

que texto lindo, artemis!!!
pq será que janelas inspiram paixões???
beijos

Júlio Frutuoso disse...

E não é que comigo é a mesma coisa.
Eu sempre passo aqui e munca deixo um recadinho... Tanto é que no meu blog tem o link do seu blog.

Mas é isso ai amiga... Vamos em frente botar as coisas no papel.

bEIJOS

Zé disse...

Adivinha quem é o lesado que nao tinah percebido q vc tinha mudado de endereço _o/

Lubi disse...

Dia perfeito. Texto perfeito.
Você?
Nem digo.

Beijocas, flor.

Ally Bradshaw disse...

Quando as coisas simples se tornam perfeitas é porque vc está aprendendo a viver...
Lindo texto!
Um bjo...

Lubi disse...

Ah, só pra te deixar um beijinho de começo de tarde colorida e terna!