segunda-feira, novembro 07, 2005

Me definindo

Desconheço palavras como cautela, pouco, moderação... Posso pisar em falso, mas o tombo nuca é grande demais. Eu levanto, nós levantamos. Somos humanos e falhamos, e nos adaptamos a quase tudo. E eu me encanto com muita coisa, e posso desencantar com facilidade. Cultivo sonhos, não coleciono rostos, me prendo demais a quem tem meu coração, afasto logo os que não o conquistam.

Esse é o meu espaço, é o meu lugar. Vai ser uma estrada pavimentda por sorrisos, lágrimas, gargalhadas e bicos. Por uma carinha de mau aqui, por um abraço apertado ali. Alguns beijos na boca, talvez. Gozo e felicidade. Isso faz parte de mim, grande, intenso. Sou eu, mais que nunca. Bem vindos!




PS: O post anterior foi um homenagem a um amigo. Alguém de quem não conheço o cheiro, o toque ou os sons. Alguém que nunca tive nos braços, que nunca me olhou nos olhos, mas que me define como ninguém. Me sinto nua em suas linhas, algumas vezes. É aqui que ele DEVANEIA e eu me encontro...

Um comentário:

Tiago disse...

Bom, essa é a Fê que eu conheço e adoro... Uma mocinha simplesmente FANTASTICOMENAL!!!

Felicidades e força sempre!!!
Beijos...