sábado, abril 22, 2006

Meu querido diário...

"...EU ESTAVA EM PAZ QUANDO VOCÊ CHEGOU..."
Nando Reis em Relicário




Eu não sou de ferro, nem pretendo. Tem momentos em que sinto vontade de gritar o que sinto, pôr pra fora todas as minhas pequenas besteiras, que são enormes dentro de mim. Acho que não consigo mais me manter impassível diante da minha própria vida, não consigo mais posar de espectadora da minha própria comédia de erros! Nem sei porque passei tanto tempo assim. Eu e minhas incógnitas. Acho que vou tatuar um ponto de interrogação na testa. Nem o Ankh, nem a fadinha, uma interrogação gigantesca, digna das minhas questões bestas e pouco proporcionais ao meu tamanho real...


O grito: SAUDADES DOS INFERNOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS!!!!!!!!!!



A justificativa:


Dois Bicudos
Ana Carolina


Quando eu te vi andava tão desprevenido
Que nem ouvi tocar o alarme de perigo
E você foi me conquistando devagar
Quando notei já não tinha como recuar

E foi assim que nos juntamos distraídos
Que no começo tudo é muito divertido
Mas sempre tinha um amigo pra falar
Que o nosso amor nunca foi feito pra durar

Por mais que eu durma eu não descanso
Por mais que eu corra eu não te alcanço
Mas não tem jeito eu não sei como esperar
Desesperar também não vou
Não vou deixar você passar
Como água escorrendo nos dedos
Fluindo pra outro lugar

Ninguém pode negar que o nosso amor é tudo
Tudo que pode acontecer com dois bicudos
Não são tão poucas as arestas pra aparar
Mas é que o meu desejo não deseja se calar

Até os erros já parecem ter sentido
Não sei se eu traí primeiro ou fui traído
Não te pedi uma conduta exemplar
Mas é que a sua ausência é o que me dói no calcanhar

Por mais que eu durma eu não descanso
Por mais que eu corra eu não te alcanço
Mas não tem jeito eu não sei como esperar
Desesperar também não vou
Não vou deixar você passar
Como água escorrendo nos dedos
Fluindo pra outro lugar
Será sempre será
O nosso amor não morrerá
Depois que eu perdi o meu medo
Não vou mais te deixar



*blues*

5 comentários:

Mah disse...

de comédia de erros eu entendo... e a interrogação eu tatuei faz tempo...

e Dois Bicudos é f*da!

Erica disse...

E sabe o que é melhor de tudo?

Que vc está muito feliz! E eu já amo o Márcio por isso!!!

beijocas moça

André Luiz Viannay disse...

tem horas q temos msm q explodir. botar pra fora qq coisa q posso sufocar ou q não dê mais pra segurar!
vez em qnd eu faço isso. sempre em casa!!!
heheheh
bjs!

Tiago disse...

Dúvidas sempre teremos, talvez mais, talvez menos. Mas pior do que ter dúvidas, é não admitir tê-las e também não procurar solucioná-las. E como eu sempre costumo dizer: ao identificar o problema, já encontramos também a solução.
Enfim minha querida amiga, dê-se o direito de ter dúvidas... E bom, que mal tem em rir dos próprios erros? Melhor rir do que chorar... :p

Felicidades e força sempre mocinha!
ADOROTE!!!

Júlio Frutuoso disse...

Gostei desse Post, contou um pouco de mim.

Beijos!