domingo, janeiro 08, 2006

Como é que se dribla a saudade?

"...MAS TENTE COMPREENDER, MORANDO EM SÃO GONÇALO, VOCÊ SABE COMO É... HOJE A TARDE A PONTE ENGARRAFOU E EU FIQUEI A PÉ. TENTEI LIGAR PRA VOCÊ, O ORELHÃO DA MINHA RUA ESTAVA ESCANGALHADO, MEU CARTÃO TAVA ZERADO, MAS VOCÊ CRÊ SE QUISER..."
Farofa Carioca em São Gonça




Acordei com teu cheiro me entorpecendo os sentidos, e qual não foi a surpresa ao ver que você não estava aqui. Como ontem, e antes disso, e em todos os dias lá atrás, desde aquele beijo de despedida, no banco do seu carro, correndo pras compras que você não viu depois... Como é frustrante quase poder te tocar no sonho e ver sua imagem se desfazendo qundo os olhos se abrem...
Meus sentidos nunca ficam normais quando me embriago de você, da lembraça do tanto de carinhos que são só seus, do colo em que consigo relaxar, da voz que me lembra das coisas que o mundo tem guardas pra mim.
Hoje vai ser um dia difícil, seu moço. Já começou com o choro infantil da menina que não tem suas vontades satisfeitas assim que levanta, e que se revolta e acaba por culpar o mundo por isso. A culpa pela minha covardia(ou coragem demais, vai saber!) é exclusiva. Minha e ponto. Sou injusta ao culpar o mundo, os passarinhos ou o que quer que seja pelas lágrimas que não tenho forças pra engolir!
Hoje vi ser um dia difícil, como tantos outros. E vou sobreviver a ele, como sobrevivo a tudo. Com uma lembrança no pensamento, com um sorriso no rosto e um só nome pulsando junto ao meu coração.
Te amo tanto que me perco em nossos caminhos e motivos e vontades e tudo o mais. E esqueço que deixo de ser só uma pra aproveitar o que somos juntos. E tomo uma ducha gelada pra me lembrar de todas as maravilhas que o amor nos permite. E lembro, e amo mais. E me pego assim... Triste/alegre, doce/azeda, sua/má, todas em uma só. Tudo pra você.
PEQUENAS POUCAS DECLARAÇÕES DE AMOR
E não há nada que me impeça de te amar. Nem você. Nem eu. Nem nós.
playlist
1 - Bad Day (Daniel Potter)
2 - Sing (Travis)
3 - Por Onde Andei (Nando Reis)
4 - Matter Of Feeling (Duran Duran)
5 - Strange Love (Depeche Mode)
6 - True (Spandau Ballet)
7 - Let's Get It On (Marvin Gaye)
8 - Mr Jones (Counting Crows)
9 - Being Boring (Pet Shop Boys)
10 - Nua (Ana Carolina)
*porcaria de saudade*

2 comentários:

André Luiz Viannay disse...

Toda vez que procuro fugir de mim mesmo, tentar não sentir o que sinto, venho aqui ou falo com você e descubro que estou no caminho certo. não há oq ue mudar em nós, espelhos, porque refletimos toda essa eloquencia de sentimentos que nos levará ao caminho bonito da felicidade, mesmo que nos arranhemos em alguns espinhos. Tô meio pra baixo ultimamente. e ler e sorver suas palavras são sempre um bom motivo pra sorrir!
beijos

Cassita disse...

Ah..
é tão bom ter algo para se refugiar, nem que seja no pensamentom, apenas e tão somente ele.
Quando não tem a realidade é cruel ou apenas é realidade.

B-jins
Cassita