sábado, janeiro 14, 2006

Nada sei dessa estrada, sigo sem saber...

"...QUE A MORTE DE TUDO EM QUE ACREDITO NÃO ME TAPE OS OUVIDOS E A BOCA. POIS METADE DE MIM É O QUE EU GRITO, E A OUTRA METADE É SILÊNCIO..."
Oswaldo Montenegro em Metade





Parte de mim é essa vontade de ser forte. Pequena parte, aliás. O que sei de mim está dividido em muitas pequenas partes. Desde o orgulho pelas lindas crianças que estão ali, adormecidas na minha cama até o ímpeto fútil de admirar e me deliciar com o tom moreno da minha pele, em contraste com o branco das marcas do biquíni. Está na cor da tinta com que pintei meus cabelos e na vida corrida que escolhi pra mim.
Muito de mim transborda pelo meu olhar. Seja em rios de lágrimas, felizes ou não, seja em reprovação ou consentimento de atos que podem mudar meus rumos, palavras que podem mudar minha vida. Muito de mim são só elas, agrupadas pra que eu possa me entender. Verbo solto no universo de mim, que pinto hora com guache, fácil de lavar, hora com nanquim, pra nunca mais sair. Eu sou isso, inclusive: ssumir minhas escolhas, tenha lá a consequência que for! Se eu quiser pra sempre, o mundo vai saber, vou deixar você grudado em mim, feito tatuagem...



PEQUENAS POUCAS DECLARAÇÕES DE AMOR

Vou ficar com você, pra você e em você.


PS: Só pra provocar: MEUS MACAQUINHOS SÃO LINDOOOOOOS!!!




*onde eu parei???*


6 comentários:

Alexandre disse...

uhhhhhh eu custuva, visitar seu site... e me deliciar de suas palavras sempre quieto sem te dizer isso. mas parece que a cada novo texto voce se mostra mais profunda, mais intensa... e hoje nao pude me calar... voce é incrivel...Demais... voce tem todo um universo de palavras bem organizadas para nos ofertar de textos maravilhosamente bem organizados... sou apaixonado por tudo que escreve...voce é um sonhos... nao pare nunca ta ? Bjuuussssss

Um mago disse...

Milady, milady...o que dizer de algo como isto?

São lindas palavras, cheias de identidade, uma forma linda e maravilhosa de agir e de pensar...

Espero que isto seja parte de ti, e não apenas palavras escritas em uma folha de papel...

Te amo, sempre vou te amar...

Vem pra mim?

Cassita disse...

Sem comentários, menina...
De repente a emoção deixa a gente sem palavras... e teus textos, fazem isso comigo.

Lubi disse...

Como disse num comentário passado, sou metade de todas as coisas... Accho que você é assim, não por ter dito, mas por que é muito fácil perceber isso... Você é tão intensa e profunda, moça, que até nos deixa sem palavras, pensando apenas que todo mundo poderia ser assim...
Não, não, se fossem, que graça teria?!
Obrigado por ser você...
Um ótimo domingo!
Beijos!

Simply a Mage... disse...

Meu amor, meu amor...akilo naum foi a compensaçaum....a compensaçaum ainda estah sendo escrita, lapidada, repassada e tudo o mais ^^....essa serah a minha obra prima máxima ^^....(pelo menos ateh o momento >_<)...

naum se preocupe, vc verá, no momento certo *piscada*

André Luiz Viannay disse...

vc tem esse dom gostoso de se expor escrevendo assim, fácil, como se pra vc fosse um ato banal. me encanta porque nao consigo me expor dessa maneira. invento malandros e poetas que talvez não amem como eu, senm sintam...eita coisa boa!
beijos!