segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Um só...

"...SÓ VOCÊ, PRA DAR À MINHA VIDA DIREÇÃO..."
Guilherme Arantes em Um Dia, Um Adeus





Quanto tempo...? Não importa! A resposta está nos sons da valsa que parecem ter dançado por toda uma vida, os passos sincronizados, sem terem se cruzado uma só vez. Sem ensaio...

E, por não poderem ser farsa, eram vida. Cheios dela! Apaixonados por melodias, cores e texturas que nunca haviam provado. Sabiam que era o caminho, sem trilhá-lo uma só vez. Sabiam o curso do rio e a direção do pôr do sol, ainda que tivessem sido tão cegos por toda aquela infinidade de tempo.

Não querem mais seguir sozinhos, ou de olhos fechados. O mundo é mais quando são só um. Ela não sabe mais andar, se não for de mãos dadas. Ele não quer mais o calor da lareira, prefere o corpo da menina ao seu lado. E já não sabem mais deixar um ao outro.

E eu não posso viver, se não for com você.







*perdida*

5 comentários:

André Luiz Viannay disse...

"E, por não poderem ser farsa, eram vida." isso me arrebatou!
brilhante!
bjs

Lubi disse...

Fê, perdida?
Acho que não...
Encontrada em outro alguém...
Frases lindas, ritmo perfeito... Eu sonho a valsa...

Quando crescer, quero ser igual á Fê... rs...

Beijos!
E um lindo dia!
=D

Dark Sad Angel Girl disse...

Adoro a sutileza das tuas palavras....sentimentalismo a flor da pele enquanto traduz o que eu gostaria de dizer...
Espero que tenha uma ótima semana.
Mil beijos..
Té +
DSAG

Dark Sad Angel Girl disse...

Adoro a sutileza das tuas palavras....sentimentalismo a flor da pele enquanto traduz o que eu gostaria de dizer...
Espero que tenha uma ótima semana.
Mil beijos..
Té +
DSAG

Dark Sad Angel Girl disse...

Adoro a sutileza das tuas palavras....sentimentalismo a flor da pele enquanto traduz o que eu gostaria de dizer...
Espero que tenha uma ótima semana.
Mil beijos..
Té +
DSAG